Work Creative - Agência de sites...

Work Creative - Agência de sites... Clique e conheça!!!

Quem tem medo do Facebook?

É muito importante salientar que não adianta “proibir” o acesso, nossos filhos vão acessar. Seja em casa, na escola, na casa do amigo, através do celular, do tablet...

Dicas de Aplicativos para Lousa Digital

As tecnologias estão invadindo as salas de aulas, entretanto, muitos educadores não sabem como utilizar os mais modernos equipamentos a favor da educação...

Tecnologia Educacional - Prova 3D

Quando o assunto é tecnologia educacional, diariamente nos surpreendemos. Cada vez mais a tecnologia se faz presente nas salas de aula. Uma vez ouvi a seguinte frase e a repito com frequência: “A tecnologia jamais substituirá um bom professor, entretanto aquele que não souber utilizá-la será substituído por quem sabe” (autor desconhecido). E é fato.

Hoje me surpreendi ao visitar a escola particular “CEPC” em Vila Velha – ES. O coordenador pedagógico, Rodrigo U. Sarmento, me apresentou um projeto de Tecnologia educacional muito bem elaborado por uma professora de Geometria. Segundo o coordenador, “alguns alunos possuem muita dificuldade em imaginar/visualizar figuras geométricas 3D e, no intuito de usar a tecnologia em prol da educação, além de estimular o gosto pela matemática, a equipe do colégio CEPC inovou na aplicação da prova de Geometria na turma do 6° ano. Para enriquecer os detalhes das formas geométricas, a prova do 6° ano foi em 3D. Além disso, vale ressaltar que foram os próprios alunos que confeccionaram os óculos próprios para a realização da prova. A prova é vista como inovação no âmbito escolar, e é apenas um dos ricos diferenciais dos alunos e da equipe do CEPC. No CEPC, educação e inovação andam lado a lado!

A prova não é virtual, é uma prova impressa com imagens em 3D que são visualizadas através dos óculos confeccionados pelos alunos. Segundo o coordenador, para as próximas provas serão utilizados materiais de melhor qualidade, tanto para a confecção dos óculos quanto para folha de avaliação que utilizará um papel especifico para impressão de imagens de alta qualidade.

Seguem imagens de divulgação que podem ser visualizada na página oficial do colégio no Facebook.

Imagem de divulgação: https://www.facebook.com/cepc.praiadacosta Acessado em 11/04/14
Imagem de divulgação: https://www.facebook.com/cepc.praiadacosta Acessado em 11/04/14



--------------------------------------------------------------------------



Exibir apenas contatos com números de telefone cadastrados

Recentemente comprei um Motorola Razr i com Android 4.1.2. Gostei muito do aparelho, mas me decepcionei com o fato de não poder alterar a configuração de exibição dos contatos para exibir apenas contatos com números de telefone cadastrados. Toda vez que acesso o recurso “Pessoas” visualizo uma lista gigante de contatos de e-mail da minha conta Google e outras.

Consegui sanar o desconforto alterando algumas configurações em minha conta Google, a saber:

Após acessar minha conta, fui em 1www.google.com/contacts onde posso visualizar todos meus cadastros. 2Adicionei uma nova pasta, chamada celular, e 3movi todos os contatos com número de celular para esta pasta. Feito isso, fui ao meu aparelho em 4Pessoas > Contatos a exibir > Personalizar marquei 5apenas a conta em questão e nas opções 6marquei apenas Celular.


Projeto Revista Digital / Plano de Aula - Flipsnack - Flipping Book

Plano de Aula - Flipsnack - Flipping Book
Público Alvo: Ensino Fundamental II
Duração: um semestre
Disciplinas Envolvidas: Todas

Conteúdo Proposto:
Os trabalhos semestrais, normalmente, envolvem todas as disciplinas. A ideia é: criar uma revista digital com seus alunos. Os professores podem escolher uma temática conjunta, como por exemplo, a água e trabalhar em todas as disciplinas, com diferentes focos de abordagem, uma vez que a água vai desde a educação física até a matemática. A quantidade de temas é imensurável, seja criativo e envolva todos os professores. 

Objetivos:
  • Buscar uma relação entre os PCNs - Parâmetros Curriculares Nacionais e a temática trabalhada;
  • Proporcionar um trabalho de pesquisa que incite os alunos a conhecer melhor o conteúdo. É importante que o professor ensine como se faz uma pesquisa, o passo a passo;
  • O aluno deve aprender como funcionam os direitos autorais;
  • Os alunos também devem compreender de que forma ocorre um fluxo editorial, desde a confecção até a publicação da revista. 
  • Interagir o máximo com a sala e fazer com que os alunos participem, escrevendo os conteúdos para a revista e construindo um diálogo entre as disciplinas.
Procedimentos

Para facilitar o trabalho divida a sala em grupos. Cada grupo pode ficar responsável por uma matéria, e desenvolvê-la ao longo do semestre. É importante que o professor leve revistas de exemplo, mostre como ela se constitui. Vale lembrar, que uma revista pode conter dezenas de assuntos. 

No final, certamente os alunos ficarão empolgados para publicar o trabalho e mostrar para seus colegas.

Flipsnack - Flipping Book

O que é
FlipSnack é um serviço online que permite a conversão documentos PDF para o formato digital Flipping Book. Com o FlipSnack podemos converter um livro ou uma revista no formato PDF para o formato digital e facilmente compartilhá-lo com amigos e familiares através das redes sociais como, por exemplo, Facebook e Twitter. É possível também publicá-lo em um Blog ou até mesmo enviar via e-mail. O produto final pode ser visualizado através de um computador, tablet ou até mesmo um smartphone.

Exemplos:
Revista: http://www.flipsnack.com/flip-book-template/softcover-flipping-book-example#1

Livro: http://www.flipsnack.com/flip-book-template/widget-flipping-book-example#2

Álbum de fotos: http://www.flipsnack.com/flip-book-template/widget-flipping-book-example#3

Pré-Requisitos:

  • Computador com conexão com a Internet;
  • Editor de textos;
  • Conversor de DOC para PDF.
Como converter o livro em documento de texto (*.doc) para PDF?
Após concluir a edição do livro precisamos convertê-lo para o formato PDF. Use uma impressora de PDF para converter o seu arquivo. Sugiro o Doro PDF Writer que pode ser baixado gratuitamente clicando aqui.

Para converter o documento de texto para o formato PDF, após instalar o software Doro PDF Writer, abra o seu documento, clique em imprimir e em seguida selecione a impressora Doro PDF Whriter e confirme a impressão. Será solicitado um local para armazenar o arquivo convertido para PDF, selecione a pasta que desejar.

Como converter o livro em PDF para o formato digital Flipping Book?
Acesse o site http://www.flipsnack.com/


É necessário cadastrar gratuitamente para acessar o serviço. Caso já tenha efetuado o cadastro, faça o “login” na página. Caso ainda não tenha se cadastrado, faça o seu cadastro é rápido, simples e gratuito.

Após “logar”, clique em “make a flipping book”;


Dê um título para o seu livro e em seguida clique em “Browse” para localizar o arquivo no formato PDF em seu computador;
Após fazer o “Upload” do arquivo para o Flipsnack, clique em “Next”;


Dê um título para o seu livro e em seguida clique em “Browse” para localizar o arquivo no formato PDF em seu computador;
Após fazer o “Upload” do arquivo para o Flipsnack, clique em “Next”;


Escolha um modelo para o seu livro;


Para finalizar o seu tralho clique em “Finish”


Pronto! Seu livro digital está concluído. Agora divulgue o seu trabalho (Blog, Facebook, Twitter, E-mail).



--------------------------------------------------------------------------


Quem tem medo do Facebook?

Facebook
Imagem: Divulgação.
Criado em 04 de fevereiro de 2004 por alunos da Universidade de Harvard, o Facebook é uma rede social que possibilita o compartilhamento de fotos, vídeos, opiniões, informações pessoais, anúncios.

Em sua primeira versão, apenas alunos da Universidade de Harvard tinham acesso, mas com o instantâneo sucesso foi liberado aos alunos de outras instituições de ensino como por exemplo, Instituto de Tecnologia de Massachusetts, à Universidade de Boston, ao Boston College, incluindo também alunos de Stanford, Columbia e Yale.

O Facebook, antes chamado de “The Facebook”, se tornou a rede social mais popular do mundo, principalmente no Brasil. De acordo com o site Olhar Digital ( www.olhardigital.com.br ), referência em tecnologia, o Facebook lidera o Ranking das redes sociais mais visitadas no Brasil com 63,40% de participação de visitas em dezembro de 2012.

O site é acessado por pessoas de todas as idades principalmente por jovens e adolescentes. Filhos estes que passam horas na Internet e provavelmente a maior parte desse tempo é reservado ao “Face”. É muito importante salientar que não adianta “proibir” o acesso, nossos filhos vão acessar. Seja em casa, na escola, na casa do amigo, através do celular, do tablet ... Impedí-los de acessar é quase impossível.

Com quantos anos meu filho pode acessar o Facebook?

Por questões de segurança, o Facebook só aceita membros a partir dos 13 anos de idade. Não insista. Dê o exemplo respeitando as regras, explique ao seu filho menor de 13 anos que o seu acesso não é permitido e que quando completar a idade poderá registrar uma conta. Deixe claro que essa experiência será acompanhada por você. Não se esqueça de acompanhar sempre!

Entre os 13 e 17 anos, o acesso é liberado, porém limitado. Nem todas as informações que uma pessoa com idade igual ou superior a 18 anos vê e compartilha um adolescente poderá ver e compartilhar.

Converse sempre com seus filhos. Informações sobre segurança e tecnologia são fundamentais, explique o que podem ver na Internet, que tipo de informação poderá ou não compartilhar... fotos, vídeos, dados pessoais, localização GPS... Cuidado! O diálogo é fundamental. Explique que o mundo virtual possui regras semelhantes ao real e que o respeito é fundamental. Devemos tratar as pessoas como gostaríamos de ser tratados.

Quais são os perigos?

Cyberbullying – O Bullying do mundo real também existe no virtual. Cyberbullying são agressões virtuais de diversos tipos. A criança pode ser virtualmente humilhada, perseguida, caluniada, difamada, ofendida... De acordo com uma pesquisa realizada pela organização não governamental Plan (http://www.plan.org.br/), onde foram entrevistados 5 mil estudantes brasileiros entre 10 e 14 anos, 17% já foram vítimas de cyberbullying pelo menos uma vez. Das vítimas, 13% alegaram ter sido insultadas por SMS e 87% por e-mail ou via sites de relacionamento.

Discriminação – Todo tipo imaginável de discriminação como por exemplo, a discriminação social, racial, religiosa, sexual, ou étnica.

Pedofilia – Um dos principais meios de acesso e persuasão a crianças e adolescentes são as redes sociais.

Pornografia – Apesar de ser contra a política de privacidade do Facebook, muitos usuários compartilham conteúdos pornográficos na rede e, infelizmente, nossos filhos podem ter acesso a esse tipo de conteúdo.

Sequestro – Sequestradores aproveitam oportunidades. Cuidado com o que é postado nas redes sociais, nada de divulgar dados pessoais e rotinas da família, bem como localizações por GPS. Lembre-se caso tenha um smartphone ou tablet, de desativar a geolocalização no aplicativo câmera, que serve para marcar nas fotos onde elas foram tiradas.

Álcool, Drogas e Violência – Muitas imagens, vídeos, textos que fazem apologia ao uso de álcool e substancias ilícitas são expostos na Internet. Vídeos e imagens com conteúdo que incentivam a violência também circulam na rede.

Como proteger nossos filhos?

Monitore o uso do computador, saiba o que seus filhos estão compartilhando nas redes sociais, o que estão visualizando, conheça seus amigos virtuais. Faça um perfil para você no Facebook e seja amigo virtual do seu filho. Procure ver tudo que os amigos do seu filho publicam e converse sobre essas publicações em casa. Oriente o uso educacional da ferramenta, o Facebook tem diversos aplicativos educacionais como por exemplo, os aplicativos que ajudam a estudar para o ENEM publicado no site PORVIR - http://porvir.org/porcriar/aplicativos-facebook-ajudam-estudar-para-enem/20120716 . Pesquise por ferramentas educacionais para Facebook, use e incentive o seu filho a usar. Fale com ele sobre segurança e privacidade orientando-o a não publicar fotos, imagens e vídeos de familiares e amigos sem a permissão deles, não divulgar fotos sensuais demais, não publicar nenhum tipo de dado pessoal como celular, endereço, telefone... Nunca deixe seu filho trancado no quarto na frente do computador, de preferência mantenha o computador em local de fácil acesso na casa, aconselho a sala de estar, assim você conseguirá monitorar melhor o que seu filho está fazendo na Internet.

Vale reforçar que proibir, impedir o uso ou instalar aplicativos que limitam o acesso a sites não torna a navegação do seu filho segura. É fundamental ter diálogo em casa.

Fontes:

http://www.infoescola.com/internet/historia-do-facebook/

http://olhardigital.uol.com.br/jovem/digital_news/noticias/facebook-responde-por-63-dos-acessos-a-redes-sociais-no-brasil

https://www.facebook.com/safety/groups/parents/

http://revistaescola.abril.com.br/crianca-e-adolescente/comportamento/cyberbullying-violencia-virtual-bullying-agressao-humilhacao-567858.shtml

http://pensarecausar.wordpress.com/2013/05/09/as-redes-sociais-e-nossos-filhos-o-que-fazer/

http://www.plan.org.br/index.html


--------------------------------------------------------------------------